Painel «Os Poderes Políticos»

11 07 2009

DSC_0011

Advertisements

Acções

Information

6 responses

11 07 2009
Daniel Mateus

Para comentar a intervenção do professor João Mauricio. E importante não esquecer que a constituição americana, na teoria tem principios fantasticos, mas, na prática não é um garante de uma equidade social. Então senhor professor João Mauricio, como é que as pessoas podem procurar a sua felicidade, se não tiverem um minimo de segurança, que possa desenvolver os seus planos de vida?

13 07 2009
João Titta Maurício

Caro Daniel,
Se me permite, sugeria que tornássemos dispensáveis os formalismos dos títulos profissionais (muitas das vezes usado como pretenso símbolo de autoridade – o qual dispenso, pois a auctoritas ou existe ou não se cria através de um qualquer nomen): não nasci “professor” e, quando morrer (assim o diz a minha fé) Deus conhecer-me-à pelo meu nome de baptismo.

Obrigado pela perguntas, mas temo ter que lhe responder com outras.
Qual segurança?
O que entende por equidade social?

O engraçado é que tantos falam contra a “américa” e, todavia, a História mostra-nos que (deixando de parte para outra discussão a questão dos índios) ela foi povoada por populações europeias que demandavam a “terras do tio Sam” em busca de condições de alcançar uma qualquer felicidade. Que não encontravam na Europa. E continuam. Apesar da (pretensa) “excelência” do “modelo social europeu”.
De facto nem tudo é perfeito. Que novidade. Nem nunca me atreveria a afirmar tal insensatez. Pelo contrário, quem o faz são aqueles que, pela política, procuram à força “implementar” os seus sonhos aos outros. Justificação: porque só assim se constrói a sociedade perfeita… mesmo que os destinatários não o queiram.
Assim, em jeito de aproximação a uma resposta, caro Daniel, entre a (suposta) ausência de um «mínimo de segurança» eu prefiro-a à completa ausência de sonho ou de planos alternativos de vida?
Porque a vida é dinâmica. Dinâmica implica risco, onde a ausência de segurança é uma inevitabilidade e a previsibilidade… um desejo.

Cumprimentos,

19 07 2009
António Pedro Maco

Caro Amigo João Titta Mauricio,
Palavras para quê….. Subscrevo inteiramente.

19 07 2009
João Titta Maurício

Uma sugestão de leitura/consulta: http://www.constitution.org/index.shtml

29 07 2009
Daniel Nunes Mateus

Caro João Maurício

Já que dispensa o professor, aqui vai. Peço desculpa pela minha tardia resposta. O que disse têm mesmo muito que se lhe diga e dá imenso que pensar e discutir. Grato pela sua gentileza.

Cumprimentos

29 07 2009
João Titta Maurício

Caro António Pedro,
Obrigado pelas sempre gentis palavras. E sabes bem como as prezo.

Abraço,

Caro Daniel Mateus,
Grato por ter aceite a minha sugestão. Aguardo os seus comentários.
Abraço,

Entretanto, por uma questão de sistematização, se julgo ser útil termos algo que debater, julgo igualmente útil encontrar pontos de contacto. Serão essas as propostas que, atempadamente, procurarei trazer.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: